A indústria alimentícia é o conjunto de atividades industriais em que se preparam, normalmente em quantidades que devem ser comercializadas, alimentos ou ingredientes para a preparação de alimentos.

Numa definição mais geral, podem considerar-se parte da indústria de alimentos, também a sua comercialização, por exemplo através dos supermercados ou companhias de entrega de alimentos. Um dos poucos aspectos comuns a este conjunto de atividades é que, uma vez que mexem com produtos que podem ter um efeito direto na saúde, elas devem ser realizadas com a máxima higiene.

Em 2019, o Brasil era o 2º maior exportador de alimentos industrializados do mundo, com um valor de U$ 34,1 bilhões em exportações. O faturamento da indústria brasileira de alimentos e bebidas em 2019 foi de R$ 699,9 bilhões, 9,7% do Produto Interno Bruto do país. 

Em 2015, o setor industrial de alimentos e bebidas no Brasil compreendia 34.800 empresas (sem contar as padarias), a grande maioria de pequeno porte. Estas empresas empregavam mais de 1.600.000 trabalhadores, tornando a indústria de alimentos e bebidas na maior empregadora da indústria de transformação. Existem por volta de 570 empresas de grande porte no Brasil, as quais concentram boa parte do faturamento total da indústria. 

A Condutiva tem desenvolvido várias soluções para medição e controle de umidade em sistemas transportadores (correias, roscas sem fim, caixas de passagem). São vários tipos de equipamentos para atender diferentes necessidades e projetos. 

Sensor de umidade industria alimentícia instalados em sistemas transportadores, automatizam a umidificação ou o processo de secagem do produto, são integráveis em CLP comerciais, podem ser conectados a supervisórios, e permitem a rastreabilidade do produto. Os sensores de umidade podem ser aplicados em diversos pontos do processo produtivo para auxiliar no controle da umidificação ou do processo de secagem.

A eficiência das máquinas industriais depende muito da umidade de entrada do material. Normalmente, nos controles manuais, a operação está ajustada para uma determinada umidade de trabalho. Se o material ficar mais seco e isso não for detectado pelo operador, perde-se a eficiência da máquina. Isso também ocorre se a umidade do material aumentar e o operador não detectar tal variação. Estes eventos impactam no consumo energético, desempenho das máquinas, fluxo de material e na produtividade. 

Com a instalação de sensores de umidade em tempo real pode-se ajustar em tempo real os parâmetros de trabalho. Assim, detectando-se a variação de umidade do material, é possível regular o funcionamento de todo o sistema de umidificação ou secagem e obter-se maior produtividade.  

PARA SABER MAIS SOBRE SENSOR DE UMIDADE PARA FARINHA

Telefone: (19) 3032.1751 (19) 3888.2738
E-mail: condutiva@condutiva.com.br

Rua 03, n° 84 – Parque das Indústrias Bairro Betel. Paulínia / SP | CEP 13148-378

Contate-nos

Rua Três, 84 - Parque das Indústrias / Paulínia SP CEP 13148-378

Conecte-se conosco
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
Logo Condutiva site.png

ENTRE EM CONTATO COM A CONDUTIVA : (19) 3032.1751 (19) 3888.2738

Novoloorganicaazulsite.png
  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto